para baixar as letras de EVA

“Ou nós teremos um futuro no qual as mulheres lideram o caminho para fazer as pazes com a terra ou nós não teremos futuro humano algum“
― Vandana Shiva

 

E no começo, sempre haverá a voz, o verbo, a respiração e o som que todo ser humano é capaz de emitir. No princípio, sempre haverá EVA, a mulher curiosa. De volta à criação em seu novo projeto solo, Ligiana Costa decidiu focar no instrumento que vem sendo seu companheiro de vida, desde seus estudos de canto lírico na Universidade de Brasília até o experimentalismo de seu duo NU (Naked Universe): a voz.

EVA (Errante Voz Ativa) reúne canções de Ligiana e algumas parcerias inteiramente arranjadas para vozes, processadas ou naturais. É ao mesmo tempo um ato primitivo, o de fazer da voz o principal meio de comunicação e expressão artística, mas também contemporâneo, na maneira de arranjar e conceber a música, com suportes tecnológicos e fórmulas do pop e das tendências sonoras contemporâneas. A direção musical é de Dan Maia, conhecido como um dos maiores compositores para teatro do Brasil e tem participação de São Yantó, Bruna Lucchesi, Marina Decourt, Pedro Iaco e Lívia Nestrovski.

Cada canção deste projeto carrega o nome de uma mulher, cada canção é uma homenagem à multiplicidade de vozes femininas mas também um discurso único, por vezes singelo. EVA (Errante Voz Ativa) é múltipla como as mulheres. Um chamado a esta errante voz livre e ativa que habita em cada uma de nós para a (re)construção de um mundo utópico (diante de tanta distopia cotidiana) no qual o feminismo é conquista real, no qual o fim da cultura patriarcal é também o fim da opressão da Terra e de seus milhões de outros habitantes por parte da humanidade.

EVA

(Errante Voz Ativa)

 

produtor musical: Dan Maia

produtor convidado: Gilberto Monte no Estúdio Tupy

mixagem e masterização: Cacá Lima no Estúdio da yb music

gravado ao longo de 2019 no Estúdio Formidável por Dan Maia

cantores: Bruna Lucchesi, Dan Maia, Ligiana Costa, Lívia Nestrovski, Marina Decourt, Pedro Iaco e São Yantó.

 

arte: Carlos Bertuol

foto: José de Holanda

figurino: Mareu Nitschke

maquiagem: André Florindo

 

gravadora yb music

todas as músicas editadas por Alternetmusic

“De Amor e Mar”, gravado entre Paris, Brasília e São Paulo com participações de Tom Zé, Hamilton de Holanda, Philippe Baden Powell, Marcelo Pretto e Fernando Alves Pinto.

A produção do disco é de Fernando Cavaco e Alfredo Bello (DJ Tudo)

Segundo disco de Ligiana Costa, produzido e arranjado pelo maestro Letieres Leite. Se trata de um disco essencialmente autoral, com canções de Ligiana e algumas parcerias (Juliana Kehl, Chico César e outros) e canções escolhidas de um repertório eclético que dialoga com as canções da compositora, de um tema tradicional do Haiti a uma canção napolitana da década de 70. O disco foi gravado em Salvador tendo como base um power trio clássico (baixo, bateria e piano ou guitarra) além de convidados (cordas, madeiras...). O disco é dedicado a Floresta Pires Araújo, avó de Ligiana.

NU - Naked Universe

Album de estréia do NU (Naked Universe). Duo formado pela cantora e compositora Ligiana Costa e o compositor e produtor musical Edson Secco. O NU estrutura ideias em base eletrônica de uma nova vertente, cósmica e extremamente sugestiva de humanidade, espalhando sua inspiração pelas linguagens do canto, dos mais diversos instrumentos, das imagens do cinema, das línguas e de uma poesia lírica que se desdobra em camadas de canções suaves, arranjos concretistas, conjunções experimentais da contemporaneidade.

Em ATLÂNTICA (maio 2019) o duo foi buscar inspiração na natureza. Em sete dias de isolamento na Mata Atlântica, Ligiana e Edson impuseram a si mesmos a criação de uma música por dia: “Cada novo dia como o primeiro, e cada nova canção como o nascimento de um novo mundo”. Duas das sete faixas do álbum trazem participações muito especiais: “Kyrie” com a cantora e compositora paulistana Luiza Lian e o beatmaker carioca Nansy Silvvs (conhecido pela colaboração com Baco Exu do Blues) e “Cancion de Amor” com vocais do cantor, performer e produtor mineiro, São Yantó. O disco tem mixagem de Iuri Rio Branco e CESRV e foi masterizado pelo renomado produtor brasileiro radicado nos Estados Unidos, Felipe Tichauer, vencedor do Grammy Latino.